segunda-feira, 23 de maio de 2011

Ana Rodrigues a essência do cômico


Ana Maria Alves Rodrigues, mais conhecida no meio artístico como Ana Rodrigues, nasceu em São Luís/MA, em 1943 e faleceu na mesma cidade no dia 20 de maio de 2011.

Ana Rodrigues era atriz, cantora e artista plástica, com incursões pela carnaval como destaque das escolas de samba Turma do Quinto, Flor do Samba, Favela e Unidos de Fátima.


Na década 1970, vai morar no Rio de Janeiro onde faz novelas na TV Globo e na TVE. Como atriz fez
cinema e teatro (Arca de Noé de Aldo Leite e direção de Tácito Borralho, 1989).

Seus últimos trabalhos como atriz foram: Na Cor do Pecado (Novela da Globo); o documentário "Quilombos Maranhenses" de Claúdio Faria e o documentário "Bom Te Ver" de Léa Furtado e Francisco Colombo, com o qual ganhou o prêmio Festival Guarnicê de Cine e Vídeo, em 2005.

Sua característica como interprete era a comicidade, que tirava de letra, mesmo nos pequenos papéis. Na peça Arca de Noé de Aldo Leite, sob a direção de Tácito Borralho, interpretava uma rainha que não dava uma só palavra, apenas comia em cena, mas tornava-se o centro da cena quando adentrava no palco do Teatro Praia Grande (hoje Alcione Nazaré), isso no ano de 1989. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário